PIX - Pagamentos Instantâneos

O Citi acredita na relevância e no alcance da transformação de pagamentos e traz ao Brasil essa experiência para servir aos seus clientes. Para isso, vamos nos valer de uma plataforma global, com todas as funcionalidades local, que simplificará o acesso do mercado ao modelo de Pagamentos Instantâneos, de forma ágil e segura.

Somos proativos na avaliação de oportunidades derivadas do novo modelo de Pagamentos Instantâneos que possam trazer benefícios às cadeias de valor dos nossos clientes, desde a gestão de liquidez até a aceleração das cadeias logísticas, pela velocidade de pagamento e por novos modelos de reconciliações intraday.

Como podemos ajudar você, cliente do Citi, neste momento de transformação?

 

Pagamentos instantâneos são as transferências monetárias eletrônicas em que a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorrem em tempo real, um serviço disponível 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano.

As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores.

Pix é a marca e a infraestrutura de pagamentos criada pelo Banco Central para os Pagamentos Instantâneos. O novo meio de pagamentos está pautado nas seguintes características: disponibilidade, velocidade, segurança, ambiente aberto, multiplicidade de casos de uso e fluxo de dados com informações agregadas.

Transferências em tempo real: os recursos estarão disponíveis para os recebedores em poucos segundos.
Alta disponibilidade: os pagamentos instantâneos poderão ser realizados 24 horas por dia, sete dias por semana.
Segurança: as transações serão processadas na rede do Sistema Financeiro Nacional e utilizarão meios inovadores e seguros de autenticação digital.
Conveniência: iniciação, conciliação e confirmação dos pagamentos centrados nas necessidades dos usuários.

Comparativo dos meios de pagamento

Fonte: Banco Central do Brasil.

  • Entre pessoas (transações P2P, person to person).
  • Entre pessoas e estabelecimentos comerciais, incluindo comércio eletrônico (transações P2B, person to business).
  • Entre estabelecimentos, como pagamentos de fornecedores, por exemplo (transações B2B, business to business).
  • Para transferências envolvendo entes governamentais, como pagamentos de taxas e impostos (transações P2G e B2G, person to government e business to government).
  • Para pagamentos de salários e benefícios sociais (transações G2P, government to person) e de convênios e serviços (transações G2B, government to business).

Todas as instituições financeiras e instituições de pagamento com mais de 500 mil contas de clientes ativas – considerando as contas de depósito à vista, as contas de depósito de poupança e as contas de pagamento pré-pagas – serão obrigadas a participar do PIX, ofertando a seus clientes todas as suas funcionalidades de iniciação e de recebimento de pagamentos.

As demais instituições financeiras e de pagamento, mesmo aquelas que ainda não atingiram os limites para requerer autorização de funcionamento como instituição de pagamento, poderão, de forma facultativa, participar do PIX desde o seu lançamento.

Bancos comerciais, bancos múltiplos com carteira comercial e caixas econômicas que sejam participantes do PIX deverão obrigatoriamente ser participantes diretos do SPI (Sistema de Pagamentos Instantâneos). As demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central que sejam participantes do PIX podem optar em ser participantes diretos ou indiretos do SPI. As instituições de pagamento sem autorização para funcionamento que sejam participantes do PIX devem necessariamente ser participantes indiretos do SPI.

  • Pagador inicia uma transação de pagamento.
  • Provedor de serviços de iniciação de pagamento é a instituição que iniciará a transação de pagamentos a pedido de um cliente titular de uma conta transacional em instituição financeira ou instituição autorizada pelo BC, não participando da sua liquidação financeira.
  • Participante direto é aquele que fará a liquidação das transações diretamente no SPI.
  • Participante indireto oferece uma conta transacional ao usuário final, mas suas transações serão liquidadas por intermédio de um participante direto.
  • Banco Central é responsável por desenvolver e gerenciar uma base e a infraestrutura de liquidação de transações única e centralizada de endereçamento, que funcionará 24x7.
  • Recebedor é o beneficiário do pagamento.

A chave PIX é um “apelido” utilizado para identificar a conta de sua empresa e de seus clientes. Com ela, será possível fazer e receber transferências utilizando apenas a chave cadastrada, não sendo mais necessário indicar os dados bancários (banco, agência e conta) a cada transação. Os quatro tipos de chaves são: CPF/CNPJ, e-mail, número de telefone celular; ou chave aleatória.

Caso não possua uma chave PIX, você pode fazer ou receber transferências utilizando os dados bancários (banco, agência e conta).

O Citi acredita na relevância e no alcance da transformação de pagamentos e traz ao Brasil essa experiência para servir aos seus clientes. Para isso, vamos nos valer de uma plataforma global, com todas as funcionalidades local, que simplificará o acesso do mercado ao modelo de Pagamentos Instantâneos, de forma ágil e segura.

A solução de Pagamentos Instantâneos do Citi será integralmente aderente aos requerimentos do Banco Central e adequada ao perfil de seus clientes. O Citi também é proativo na avaliação de oportunidades derivadas do novo modelo de Pagamentos Instantâneos que possam trazer benefícios às cadeias de valor dos nossos clientes, desde a gestão de liquidez até a aceleração das cadeias logísticas pela velocidade de pagamento e novos modelos de reconciliações intraday.

Considerando as diversas fases do projeto PIX, o Citi pensou nas melhores soluções e produtos para suportar os clientes corporativos neste período de transição entre os modelos tradicionais de pagamentos e modelo digital e transformacional impulsionado pelo PIX, que terão como principais resultados:

  • Métodos alternativos de pagamentos para todos os segmentos corporativos.
  • Maior fluidez no ciclo de cobrança, gestão de estoque e interação das empresas de e-commerce com sua cadeia de negócios, especialmente compradores e fornecedores.
  • Incremento da experiência das vendas físicas e online, com grande impacto em logística.
  • Acesso ao arranjo de pagamentos e melhor gestão de liquidez para participantes indiretos do PIX.
  • Nova grade de horário para consultas, gestão de caixa e de investimentos.

Adicionalmente, o Citi já possui funcionalidades que podem ajudar seus clientes a se conectarem ao novo modelo de integração do PIX e se adaptarem internamente para iniciar as operações com maior experiência quando o PIX for implementado. Conta, para isso, com um portfólio de 62 APIs disponíveis, global e localmente, que já atendem as estruturas de pagamento locais e internacionais, de recebimentos, de consultas diversas e de produtos de Trade. Com o PIX, teremos mais uma biblioteca de APIs para atender os novos modelos de negócios, como APIs de iniciação, consulta e devolução de pagamentos, APIs de recebimento e QR Code e APIs de acesso e gestão ao DICT e chaves PIX.

Glossário PIX

Para mais informações sobre o PIX e detalhamento das soluções oferecidas pelo Citi, entre em contato com seu gerente de relacionamento.

Fonte: Banco Central do Brasil e Citi Brasil.